Pistorius pediu licenças para seis armas em janeiro

O atleta sul-africano Oscar Pistorius, que deverá comparecer hoje num tribunal de Pretoria pela morte da namorada Reeva Steenkamp, pediu em janeiro licenças para seis armas, informou o diário The Star.

Pistorius, que terá disparado quatro tiros de uma arma Parabellum de calibre de nove milímetros contra a namorada, pediu licenças para seis armas Maverick, Mossberg, Winchester, Vextor .223, Smith & Wesson 500 e .30 Special, segundo o jornal de Joanesburgo.

Segundo um especialista citado pelo The Star, este arsenal é perfeito para um colecionador ou um caçador, mas muito poderoso para alguém como Pistorius que vive numa área já bastante protegida.

O atleta afirmou, numa entrevista em 2011, que dormia com armas no quarto por causa da criminalidade, que é um problema preocupante em África do Sul.

Pistorius tinha "tacos de basebol e críquete detrás da porta, uma pistola perto da sua cama e uma arma automática numa janela", constatou um jornalista britânico que o entrevistou.

Segundo o The Star, Pistorius dispõe apenas da licença para uma nove milímetros, a arma do crime.

O diário africano Beeld acrescenta que esta licença foi-lhe recusada em 2008, mas que a conseguiu em 2010.

Oscar Pistorius, de 26 anos, deverá comparecer hoje a partir das 09:00 (07:00 em Lisboa) num tribunal de Pretoria para uma audiência à qual apenas 26 jornalistas poderão assistir, segundo as autoridades sul-africanas.

O Ministério Público indicou que pretende manter a acusação de homicídio premeditado sobre Pistorius, acusado de homicídio na sexta-feira, enquanto os seus advogados planeiam pedir a sua libertação sob pagamento de fiança.

O corpo de Reeva Steenkamp, de 29 anos, deverá ser cremado hoje às 11:00 (09:00 em Lisboa) em Port Elizabeth, no sul do país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG