Phinney e Cavendish têm luz verde para continuar

O camisola rosa da Volta a Itália, Taylor Phinney, e o campeão do Mundo e vencedor da segunda etapa, Mark Cavendish, tiveram alta de um hospital próximo de Verona e vão continuar na competição.

A BMC, equipa do líder a prova, comunicou esta terça-feira que o norte-americano não fraturou o tornozelo direito, apesar da aparatosa queda em que esteve envolvido.

No que respeita ao britânico, já treinou normalmente com o resto da equipa Sky, que garantiu a continuidade do sprinter, mesmo com algumas escoriações no ombro e na anca.

Esta quarta-feira vai ter lugar o contra-relógio por equipas, na cidade de Verona, com a extensão de 33,2 quilómetros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG