Nibali vence, convence e veste a amarela

Ciclista da Astana foi o mais forte na chegada a La Planche des Belles Filles, superiorizando-se a toda a concorrência, numa etapa que ficou marcada pelo abandono de Alberto Contador.

Vincenzo Nibali venceu esta segunda-feira a décima etapa do Tour, após chegar isolado à meta instalada no topo de La Planche des Belles Filles, uma contagem de montanha de primeira categoria. O italiano da Astana terminou a tirada em 4.27.26 horas, menos 15 e 20 segundos que Thibaut Pinot (FDJ.fr) e Alejandro Valverde (Movistar), segundo e terceiro classificados, respetivamente, fazendo assim o "bis" na corrida, dado que antes já triunfara na chegada a Sheffield.

Na derradeira ascensão, Nibali limitou-se a fazer um ataque, deixando todos os adversários - Rui Costa (Lampre-Movistar) incluído - em grandes dificuldades. Aí, 'Il Squalo', ou o 'Tubarão', como é conhecido, partiu em busca de Joaquín Rodríguez (Katusha), que seguia escapado, ultrapassando e deixando para trás também o trepador espanhol.

Com o resultado, Nibali voltou a envergar a camisola amarela, que na véspera tinha "emprestado", como o próprio dissera, a Tony Gallopin (Lotto-Belisol) - foi relegado para a quinta posição. Na geral, Richie Porte (líder da Sky após o abandono de Chris Froome), segundo classificado, está a 2.23 minutos do dono da maillot jaune e o terceiro, Valverde, já tem um atraso de 2.47 minutos.

Rui Costa subiu ao nono posto da geral, a 3.58 minutos de Nibali, graças à 13.ª posição obtida na tirada. Quanto a Tiago Machado, terceiro à partida, sofreu uma queda grave na longa descida entre Petit Ballon e Platzerwazel e finalizou o dia na última posição (180.º), pelo que desceu para 47.º, 44.12 minutos de Nibali.

O dia fica inevitavelmente marcado pelo abandono do favorito ao triunfo em Paris, Alberto Contador, uma vez que o espanhol foi ao asfalto na mesma descida que Tiago Machado. O vencedor da Grande Boucle em 2007 e 2009 não resistiu às mazelas na perna direita e, entretanto, o diretor desportivo da Tinkoff-Saxo, Bjarne Riis, já confirmou que o atleta fraturou a tíbia e será, por isso, operado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG