Nets ganham aos Heat, Spurs perto da final do Oeste

Os Brooklin Nets impuseram a primeira derrota da temporada aos bicampeões Miami Heat nos "play-offs" da Liga norte-americana de basquetebol (NBA), enquanto os San Antonio Spurs garantiram praticamente a presença na final de Oeste.

Depois de perderem os dois primeiros encontros das meias-finais de Este em Miami, os Nets conseguiram reduzir para 2-1 a diferença para os Heat, que não perdiam um encontro na fase final da NBA desde o quinto jogo da final do ano passado -- somavam oito triunfos consecutivos.

A tremenda eficácia nos lançamentos triplos, com 15 marcados - um novo recorde da equipa nos "play-offs" -, em 25 tentados, e o bom jogo defensivo foram as chaves para o triunfo dos Nets.

Joe Johnson foi o melhor marcador da equipa de Brooklin, com 19 pontos, entre os quais cinco "triplos", e um dos seis jogadores que somaram mais de uma dezena de pontos, com Andray Blatche a ser o primeiro suplente dos Nets a conseguir um duplo-duplo (15 pontos e 10 ressaltos) nos "play-offs" desde 1994.

LeBron James voltou a ser o melhor dos Heat, mas foi praticamente anulado após o primeiro período, marcando apenas 12 pontos nos três derradeiros parciais, depois dos 16 no inaugural.

Por seu lado, os vice-campeões San Antonio Spurs, melhor equipa da fase regular, aumentaram para 3-0 a vantagem na meia-final do Oeste, ao vencerem no terreno dos Portland Trail Blazers, por 118-103.

Depois das dificuldades sentidas na primeira eliminatória, frente aos Dallas Mavericks (4-3), os finalistas vencidos da última temporada estão agora perto de "varrer" os Blazers, podendo confirmar a final de conferência na segunda-feira.

O base francês Tony Parker esteve em destaque, com 29 pontos e seis assistências, numa partida em que Tim Duncan, com 19 pontos, se tornou o quinto melhor marcador de sempre dos "play-offs" da NBA, com 4.776 pontos, ultrapassando o retirado Karl Malone.

Destaque ainda para a perfeição dos texanos da linha de lance livre, o que nunca tinha conseguido num jogo da fase final da competição: marcaram os 25 tentados, com o argentino Manu Ginobili a contribuir com 10 e Kawhi Leonard com sete, para um total de 16 pontos e 10 ressaltos.

Na história dos "play-offs" da NBA, nunca uma equipa conseguiu qualificar-se depois de estar a perder por 3-0.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG