Nelson Oliveira queria "top-10" e Machado lamenta azares

O duplo campeão nacional Nelson Oliveira (Lampre-Merida) confessou que, apesar de ter falhado o objetivo de ficar no "top-10" do contrarrelógio da Volta a França, ficou satisfeito com o 17.º lugar.

"O circuito era duro e adaptava-se mais as minhas características. Apesar do resultado, estou contente, depois de 20 dias de etapas muito duras o corpo não reagiu mal. Mas claro que se ficasse nos dez primeiros ficava mais feliz", assumiu à agência Lusa, acrescentando que, para o ano, espera estar de novo no Tour.

Já Tiago Machado (NetApp-Endura) mostrou-se feliz por estar as portas dos Campos Elísios, mas não consegue esquecer "alguma tristeza" que lhe vai na alma.

"Desde que me conheço como pessoa que sempre me entreguei de corpo e alma à competição mesmo quando limitado. Se na bicicleta normal as sensações já não eram as melhores, imaginem o que é fazer 54 quilómetros apoiado em cima de feridas", contou.

O ciclista de Famalicão, que caiu na décima etapa quando era terceiro da geral individual, voltou a ter um azar nos 54 quilómetros do contrarrelógio entre Bergerac e Périgueux, ao furar.

"Foram muitas adversidades para a estreia. Agradeço a todos os portugueses o apoio e o carinho que me deram. Hoje queria homenagear o meu povo, mas quis o destino e a minha roda traseira que assim não fosse", lamentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG