Mosley admite recandidatar-se à presidência da FIA

O presidente da Federação Internacional do Autómovel (FIA), o britânico Max Mosley, deixou hoje em aberto a possibiliadde de se recandidatar, numa altura em que algumas equipas de Fórmula 1 ameaçam criar um campeonato paralelo.

“À luz dos ataques contra o meu mandato, devo questionar-me se a decisão de não me recandidatar é boa", observou o presidente da FIA, em carta enviada aos membros do organismo.

Para Mosley, que em Maio do ano passado comunicou aos membros da FIA a intenção de não concorrer às eleições de Outubro de 2009, "é claro que um dos objectivos dos dissidentes" é o seu abandono do cargo que ocupa desde 1993.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG