Michelle Brito avança, Frederico Gil fica para trás

A tenista portuguesa, 118.ª da hierarquia mundial, bateu a bielorrussa Ekaterina Dzehalevich, 1032.ª, com os parciais de 4-6, 6-3 e 7-5. Já o português não conseguiu derrotar o francês Pierre-Hughes Herbert, 251.º mundial

A tenista portuguesa Michelle Larcher de Brito avançou na quarta-feira à noite para a segunda ronda de qualificação do Open dos Estados Unidos, apesar do "susto" na primeira partida com a bielorrussa Ekaterina Dzehalevich, 1032.ª na classificação mundial.

Michelle Brito, 118.ª na hierarquia mundial, foi supreendida no início do encontro por Dzehalevich, que acabou por registar o primeiro parcial favorável de 6-4. No entanto, a portuguesa reagiu e nas duas partidas seguintes fechou o encontro com 6-3 e 7-5.

Na próxima ronda, Michelle Brito, radicada nos Estados Unidos, joga com a ucraniana Elina Svitolina.

Já Frederico Gil não foi tão feliz. O tenista português perdeu na noite de quarta-feira na primeira ronda, e deixou sem portugueses o quadro da qualificação do Open dos Estados Unidos, a quarta e última competição do Grand Slam do ano.

Gil, 114.º no "ranking" ATP, cedeu frente ao francês Pierre-Hugues Herbert, 251.º, pelos parciais de 7-5 e 6-4.

A outra atleta portuguesa a competir no mesmo dia, Maria João Koehler, conseguiu qualificar-se para a segunda ronda, batendo a brasileira Teliana Pereira. A portuguesa tricampeã nacional absoluta, 140.ª da classificação mundial, venceu a brasileira, 217.ª, pelos parciais de 6-3, 3-6 e 7-6 (7-5).

Koehler vai defrontar a russa Alla Kudryavtseva, 145.ª da classificação mundial, no encontro da segunda ronda de qualificação do Open dos Estados Unidos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG