Marta Domínguez absolvida pela Federação Espanhola

A Federação Espanhola de Atletismo absolveu Marta Domínguez, no âmbito do processo instaurado devido a anomalias no passaporte biológico da campeã mundial dos 3.000 metros obstáculos em 2009, noticia esta quinta-feira a Efe.

A Comissão de Disciplina federativa abriu um procedimento disciplinar a pedido da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), a qual disse à agência noticiosa espanhola que vai analisar o acórdão da sua filiada antes de decidir se recorrerá para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

Marta Domínguez, que se sagrou campeã dos 3.000 metros obstáculos nos Mundiais de Berlim, em 2009, apresentava valores no seu passaporte biológico considerados anómalos pela IAAF, que pediu uma pena de quatro anos de suspensão para a espanhola e a perda do título mundial.

O advogado de Marta Domínguez, José Rodríguez, manifestou-se "satisfeito" com a decisão do órgão disciplinar da federação espanhola, acrescentando que está agora a "estudar todas as possibilidades, em especial a nível de recursos", que poderão ser apresentados pela atleta no prazo de 15 dias.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG