Maria: sete maratonas em sete continentes no espaço de 11 dias

A portuguesa, que vive no Dubai, corre para ajudar crianças desfavorecidas. Há um ano tinha completado sete ultramaratonas. Este mês voltou a fazer história e a bater um recorde.

A portuguesa Maria da Conceição, 36 anos, tornou-se na mulher mais rápida da história a completar sete maratonas oficiais em sete continentes (a maioria dos países que falam inglês e grande parte da Europa Ocidental conta América do Norte e América do Sul como continentes, assim como a Antártida), um recorde alcançado em apenas 11 dias - entre 8 e 19 de fevereiro - e que inicialmente estava previsto ser em sete, não fosse um problema com um voo. Só para se ter a perceção da grandeza deste feito, a anterior melhor marca inscrita no Guinness era de... 48 dias.

"Ainda é difícil acreditar que completei o desafio em 11 dias, o mais rápido registo para uma mulher. Não sou, de forma alguma, uma corredora rápida, mas sou determinada e nada me impediria de terminar este repto, independentemente do tempo que demorasse", disse, citada pela assessoria de imprensa.

Maria da Conceição, que vive no Dubai e é hospedeira de bordo, corre por uma causa: o "desafio 777" de angariação de fundos e divulgação da sua causa social de apoio a crianças desfavorecidas. Juntou-se a outras emigrantes no Dubai para criar a fundação que visa dar educação a crianças dos bairros de lata de Dhaka, no Bangladesh, bem como promover uma economia sustentável para as suas famílias, tirando-as da pobreza. "Corro pelo futuro das minhas 200 crianças. A nossa fundação é cada vez mais forte com determinação e visão, mas as questões financeiras são sempre a grande questão. Espero que a minha mãe adotiva Maria Cristina Matos da Cunha esteja orgulhosa", referiu.

Leia mais na edição impressa e no epaper do DN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG