Loeb vence e dá passo importante rumo ao título

O francês Sébastien Loeb (Citroen DS3) conquistou hoje pela quinta vez consecutiva o Rali da Catalunha, a sua 67.ª vitória em provas do WRC, e ficou mais perto de conquistar o oitavo título mundial de ralis consecutivo.

Face ainda ao ponto extra conquistado pelo terceiro posto na "Super Especial", Loeb isolou-se na frente do mundial com mais oito pontos do que o finlandês Mikko Hirvonen (Ford Fiesta RS), que foi segundo, quando falta disputar apenas a última prova, no País de Gales de 10 a 13 de Novembro.

O triunfo vale 25 pontos, o segundo lugar 18 e o terceiro 16, sendo que o pódio na Super Especial vale três, dois e um ponto, respectivamente.

O francês Sébastien Ogier (Citroen DS3) foi o grande perdedor da jornada, pois foi forçado a desistir quando seguia no quarto posto e perdeu, assim, todas as aspirações ao título.

O desempenho de Sébastien Loeb permitiu, igualmente, a conquista do sétimo título mundial da Citroen, o quarto consecutivo.

Hirvonen e Jari-Matti Latvala (Ford Fiesta RS) bem tentaram contrariar o favoritismo de Loeb, mas o gaulês, que assumiu a liderança desde o início, sexta-feira, geriu bem a vantagem no asfalto, o seu piso favorito, e com isso garantiu o quinto triunfo da época.

O heptacampeão mundial terminou a prova com mais de dois minutos de avanço sobre Hirvonen, o seu principal rival no mundial de ralis, ajudado pelo companheiro Latvala, que penalizou na penúltima especial para permitir ao compatriota chegar ao segundo posto e em melhores condições de lutar pelo título na última prova.

O português Armindo Araújo abandonou na primeira especial de hoje, após uma ligeira saída de estrada que deixou o Mini JCW em posição que não lhe permitiu voltar ao asfalto.

"Não era este o desfecho que esperávamos e não posso estar satisfeito com esta desistência. Cometi um erro na travagem para uma curva e o Mini saiu de traseira para uma vala e não foi possível voltar à estrada pelos próprios meios. Infelizmente, não havia espectadores por perto e não tivemos hipótese de ser ajudados", resumiu.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG