Juiz adia audiência de Pistorius em tribunal de Pretória

O atleta paralímpico sul-africano Oscar Pistorius, suspeito do homicídio da namorada, chegou esta manhã à sala de audiências do tribunal de Pretória onde devia decorrer a primeira sessão do seu julgamento, que foi adiado.

Tanto a acusação como a defesa já esperavam que o juiz decretasse o adiamento da audiência, uma vez que o Ministério Público pediu mais tempo para preperar o caso e a defesa aceitou.

De casaco cinzento, camisa azul e gravata, Pistorius chegou de rosto sério, acompanhado pelo tio, sob as objetivas de dezenas de fotógrafos.

O campeão, que fez história em 2012 ao transformar-se no primeiro duplo amputado a participar nos Jogos Olímpicos, nunca negou ter matado a namorada, Reeva Steenkamp, com vários tiros, na noite de 13 para 14 de efevereiro. Mas garante desde o primeiro momento ter-se tratado de um engano. Pistorius afirma ter pensado ouvir assaltantes e ter disparado através da porta da casa de banho. O atleta tem repetido não saber na altura que Reeva se tinha levantado para ir à casa de banho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG