Jéssica Augusto "em rodagem" para fazer mínimos em Ostrava

A atleta portuguesa afirma que os 3.000 metros na prova de Dublin serão um "bom teste" para a sua velocidade atual.

A portuguesa Jéssica Augusto vai correr sábado em Dublin os 3.000 metros da I Liga do Europeu de Nações, "para ajudar a equipa", e logo de seguida prepara-se para "atacar" os mínimos para os Mundiais de Moscovo.

A corrida escolhida para chegar à marca de apuramento é a do meeting de Ostrava (República Checa), numa dupla légua em que Dulce Félix, atual campeã da Europa, também estará na linha de partida e com os mesmos objetivos de Jéssica.

"Estamos a fazer um trabalho específico para a pista, para competir bem em Ostrava, já estou a reduzir o nível de carga de treino", explicou esta quarta-feira, em conferência de imprensa, a atleta portuguesa, sétima classificada na maratona olímpica de Londres e nos últimos tempos mais vocacionada para provas de estrada.

Os 3.000 metros em Dublin serão um "bom teste" para a sua velocidade atual, não afastando a hipótese de uma boa classificação: "tenho a melhor marca pessoal entre as inscritas, certamente que não vou agora para recorde pessoal mas vou dar o meu melhor para assegurar os 12 pontos para Portugal".

Em Ostrava, no meeting Zlatá Tretra, as duas portuguesas procurarão chegar aos 31.45,00 que "valem" a viagem para Moscovo, numa corrida que, tudo indica, será muito rápida, com a etíope Tirunesh Dibaba, bicampeã olímpica, como nome mais sonante entre as inscritas.

O recorde pessoal de Jéssica Augusto foi conseguido há três anos em Ostrava, com 31.19,15, enquanto Dulce Félix tem como corrida mais rápida a feita em Pontevedra (Espanha) em 2011, com 31.33,42.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG