Combate do século rende mais do que o Super Bowl

Valor da receita de bilheteira da luta entre Manny Pacquiao e Floyd Mayweather, a 2 de maio, chega quase aos 70 milhões de euros.

É o combate mais aguardado desde o virar do século e as expectativas de receitas de bilheteira não poderiam ser maior prova disso. O duelo entre Manny Pacquiao e Floyd Mayweather, agendado para 2 de maio e que colocará os dois melhores pugilistas do mundo frente a frente pela primeira vez, vai bater o recorde de receitas a larga escala.

Bob Arum, promotor do combate, disse à ESPN que só em receitas de bilheteira serão encaixados cerca de 67,6 milhões de euros. Isto é, quase o quádruplo do combate mais lucrativo da história do boxe - Mayweather contra Saúl Álvarez, em 2013, em que o norte-americano ditou a primeira derrota da carreira do mexicano, por decisão dos árbitros, e que rendeu 18,2 milhões de euros em bilhetes.

O "combate do século", designação atribuída à luta entre Joe Frazier e Muhammad Ali em 1971 e agora recuperada, vai inclusive render mais em bilheteira do que o maior evento desportivo nos EUA. O Super Bowl, final da Liga de futebol norte-americano (NFL), rendeu cerca de 54,8 milhões de euros com a venda de ingressos... tendo o quádruplo da assistência com que contará o embate a 2 de maio.

Leia mais pormenores na edição impressa ou e-paper do DN.

Ler mais

Exclusivos