Bolt volta a ganhar prémio de "Desportista do Ano"

Velocista jamaicano repete a vitória de 2008, enquanto a Brawn GP ganhou ao Barcelona como "melhor equipa" de 2009, nos prémios Laureus anunciados hoje, numa gala em Abu Dhabi.

Usain Bolt voltou a ser reconhecido como o melhor desportista do mundo em 2009 pelos prémios Laureus, na gala realizada em Abu Dhabi. O velocista jamaicano, que em 2009 ganhou três medalhas de ouro nos Mundiais de atletismo em Berlim e baixou para limites quase "sobrehumanos" os recordes dos 100 e 200 metros (9,58 e 19,19 segundos respectivamente), bateu na votação o tenista Roger Federer, o ciclista Alberto Contador, o futebolista Lionel Messi, o piloto de motociclismo Valentino Rossi e o atleta de fundo Kenenisa Bekele.

Entre as mulheres, o prémio foi para a tenista norte-americana Serena Williams, que assim ganhou pela segunda vez um Laureus. Serena venceu dois torneios do Grand Slam em 209 - Austrália e Wimbledon.

Outra tenista premiada pelos Laureus foi a belga Kim Clijsters, que se superiorizou ao ciclista norte-americano Lance Armstrong na categoria de "Melhor regresso do ano".

Na categoria "melhor equipa do ano", o super-Barcelona de Pep Guardiola (venceu seis troféus em 2009, entre eles a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes) viu o galardão "fugir" para a Brawn GP, equipa que ganhou o Mundial de Fórmula 1 e cujo campeão mundial de pilotos, o inglês Jenson Button, ganhou o prémio de "Desportista revelação".  

Ler mais

Exclusivos