Hélder Rodrigues foi quarto na quinta etapa

Hélder Rodrigues (Honda) foi quarto na quinta especial do Dakar 2014, entre Chilecito e Tucuman, na Argentina e é agora 12.º na geral.

Hélder Rodrigues completou a etapa com 25.53 minutos de atraso sobre Coma, mas conseguiu recuperar na geral, subindo agora ao 12.º lugar a 1.58.18 horas do líder.

O vencedor da etapa foi o espanhol Marc Coma, em KTM, com o tempo de 3.02.08 horas. Seguiram-se as KTM de Viladoms e Przygonski.

O novo líder do Dakar em motas é Marc Coma, que ultrapassou o compatriota da Honda Joan Barreda, que está agora a 41.10 minutos da primeira posição. A fechar o pódio está o chileno Chaleco López.

O piloto português beneficiou de uma decisão da organização, que decidiu encurtar a especial de 527 quilómetros devido a razões de segurança após um protesto politico na passagem da competição. Assim, as motas fizeram apenas o primeiro troço da especial, no total de 211 quilómetros.

Entre os portugueses, Pedro Oliveira (Speedbrain) foi 19.º, Bianchi Prata (Husqvarna) fez o 21º tempo e Mário Patrão o 31º.

O dia de hoje ficou ainda marcado pelo abandono de Paulo Gonçalves, cuja mota se incendiou quando liderava a etapa.

De acordo com a informação disponibilizada, a etapa de carros e camiões também foi encurtada para 428 quilómetros, em vez dos 527 inicialmente previstos.

Segundo a informação oficial da organização: "Por motivos de segurança a etapa do dia finalizará na linha de chegada (controle horário) do primeiro trecho, correspondente ao km 211, para as motos e quads. Os competidores percorrerão em ligação a distância que os separa do 'bivuac'. No momento, se mantém a especial para as categorias de carros e camiões"

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG