Final entre Federer e Murray tem árbitro português

A partida do título olímpico que se joga este domingo conta com Carlos Ramos, um dos mais conceituados juízes da modalidade.

Carlos Ramos é o árbitro da final masculina de ténis dos Jogos Olímpicos de Londres, que se joga este domingo entre Roger Federer, número um mundial, e o atleta da casa Andy Murray, número quatro.

O português, um dos mais conceituados árbitros internacionais, já dirigiu finais de todos os torneios do Grand Slam, juntando agora mais um encontro decisivo ao seu currículo, desta feita a final olímpica, que se disputa no All England Club de Wimbledon

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG