Filipe Albuquerque em 11.º em Nurburgring

O português Filipe Albuquerque terminou este domingo em 11.º lugar a sétima corrida do campeonato alemão de carros de turismo (DTM), que decorreu no circuito alemão de Nurburgring e foi ganha pelo canadiano Robert Wickens.

Numa corrida marcada por períodos intercalados de chuva e vários piões e "toques" entre os pilotos, Filipe Albuquerque, num Audi RS 5 DTM, foi recuperando lugares face à 17.ª posição inicial.

"Mostrámos um grande andamento, quer com chuva quer com piso seco, e penso que esta corrida marca o ponto de viragem. Sair de 17.º e chegar a sétimo, com aquelas condições, foi um feito notável. No entanto, não há muito que eu possa fazer nos 'pit-stops'. Ou corre bem ou corre mal. E, infelizmente, correu mal. Entrei nas boxes na frente dos mais diretos adversários e saí atrás de todos eles", declarou o piloto português, citado pela sua assessoria de imprensa.

Filipe Albuquerque, que concluiu a corrida em 1:16.14,618, mais 40,9 segundos que o vencedor, mostrou-se algo desiludido com o resultado alcançado.

"Ficar em 11,º depois de todo o trabalho em pista é 'morrer na praia'. Terminar em sexto ou sétimo era viável até à última paragem nas boxes", considerou o piloto português.

A corrida foi ganha pelo canadiano Robert Wickens, em Mercedes AMG C-Coupé, que se estreou nas vitórias no DTM. Augusto Farfus (BMW M3) terminou em segundo, seguido de Christian Vietoris (Mercedes AMG C-Coupé), que tinha saído da oitava posição.

Mike Rockenfeller (Audi RS 5) mantém a liderança do campeonato, com 106 pontos, mais 35 do que Christian Vietoris (71). Seguem-se Wickens (70) e o campeão Bruno Spengler (67), que terminou fora dos pontos.

Após a realização de sete provas, o piloto português não soma qualquer ponto na classificação do campeonato.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG