"Estou a aprender na maratona. Medalhas? Só na pista"

Mo Farah fez ontem o primeiro treino no Jamor para preparar a meia-maratona de Lisboa, que se realiza já este domingo. O campeão olímpico em Londres 2012 revela ao DN por que entrou no mundo das provas longas, mas nos Jogos do Rio em 2016 voltará a tentar o ouro nas disciplinas onde é rei

Imagino que estivesse à espera de sol para treinar para a meia-maratona de Lisboa...

Não, por mim o tempo está bom. Eu vivo em Portland [Estados Unidos] e lá está sempre a chover. Não é mau. Já estou habituado.

É a primeira vez que está em Lisboa?

Sim, em Lisboa é a primeira vez, mas já tinha estado em Portugal antes.

Porque chegou mais cedo a Portugal, sendo que a prova é só no domingo?

Eu estava em Londres, mas lá estava uma grande confusão. E por isso resolvi vir mais cedo para treinar-me para a corrida. Além disso, queria conhecer o percurso, vou vê-lo pessoalmente, e pretendia habituar-me melhor ao clima.

É especialista nos 5000 e nos 10 000 metros, por que razão está agora a tentar a sua sorte nas maratonas?

Eu sempre assisti a muitas maratonas e despertavam-me muito interesse. Sempre quis tentar correr a maratona antes de ser tarde de mais. Estou há muito tempo nas pistas, por isso queria fazê-lo antes de me retirar das competições.

Leia mais na edição impressa e no epaper do DN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG