DTM é "um sonho tornado realidade" para o português

O piloto Filipe Albuquerque, de 25 anos, vai participar no campeonato alemão de carros de turismo, o que considera ser um "sonho".

O automobilista português, que vai estar ao serviço de um Audi (de geração anterior), está consciente que não tem carro para ganhar, ainda assim considera estar a passar por uma das melhores fases da sua carreira.

"Pertencer à grande família é um grande orgulho e um sonho tornado realidade. O DTM é um campeonato que eu adoro, muito competitivo e que está a crescer ainda mais. Estou radiante com esta minha nova etapa", disse Filipe Albuquerque, em declarações à Lusa.

"O carro é de uma geração anterior. Qualquer piloto que inicie o campeonato do DTM tem que entrar com um carro do ano anterior. Sei que não tenho um carro para ganhar, mas posso fazer um bom trabalho", acrescentou.

O piloto de 25 anos garante que o grande objectivo é pontuar, já que ter vitórias vai ser muito dificil, de modo a ajudar a Audi a alcançar o título.

Em Novembro de 2010, Filipe Albuquerque foi notícia por ter conseguido vencer, na Corrida dos Campões, os actuais detentores do títulos de Fórmula 1 e do Mundial de Ralis, Sebastian Vettel e Sebastien Loeb, respectivamente.

Ainda assim, Albuquerque desvaloriza que essas vitórias possam ter sido contribuido para a sua participação no campeonato alemão de DTM.

"Para a Audi (...), acho que eles não olham para a Race of Champions. A nível de marketing é sempre uma mais-valia, porque um piloto torna-se mais conhecido a nível mundial. Os melhores pilotos da atualidade hoje conhecem-me por causa da Race of Champions, ganhei muito respeito", afirmou.

O piloto português vai reencontar na equipa germânica o 'grande rival', o italiano Edoardo Montara, com quem já correu na primeira experiência no estrangeiro.

"Já o conheço há muito tempo. A primeira vez que fui para fora correr, em Itália, em 2002, um dos meus grandes rivais era ele, o Edoardo Mortara. Ele acabou em terceiro no campeonato e eu em segundo", recordou.

Filipe Albuquerque começou a carreira nos monolugares, tendo testado os carros de Fórmula 1 da Red Bull e da Toro Rosso, já foi vice-campeão italiano de GT, ao comando de um Audi R8 LMS.

O automobilista português vai enfrentar um novo desafio ao serviço da equipa Audi Sport Team Rosberg, no campeonato de carros de turismo (DTM), na Alemanha.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG