Dos cinco aos 100 euros: não falta quem pague para correr

Empresas explicam como se organiza uma prova e para que serve o valor da inscrição. Em 2014 a CML autorizou 69 eventos.

Paulo Flor, diretor de comunicação da PSP, é um dos milhares de portugueses que há uns anos aderiram à moda do running. E hoje vai participar na 25.ª Corrida Fim da Europa -16 945 metros entre Sintra e o cabo da Roca (ver entrevista). A inscrição pode custar até 19 euros (inclui transporte para a prova ), quando o normal nestes eventos é pagar-se entre cinco e 15 euros, sem regalias.

Correr está na moda e é um fenómeno em crescimento nos últimos cinco anos por todo o país, com a capital lisboeta à cabeça. Só em 2014, a Câmara Municipal de Lisboa (CML) autorizou a realização de 69 corridas (ver gráfico), cada uma com um número de participantes entre os 150 e os 45 mil. Ao DN, a CML não revelou o valor de mais-valias com estes eventos, justificando que "não é significativo" no orçamento do município até porque as provas realizadas por associações de beneficência, ou com fins solidários, estão isentas de taxas.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG