Ciclistas fintam TGV, arriscam a vida e são processados

Mais de 20 corredores da clássica Paris-Roubaix não respeitaram a passagem de nível fechada. Caminhos-de-ferro franceses querem investigação.

A empresa de caminhos-de-ferro franceses (SNCF) apresentou uma queixa-crime contra o pelotão da clássica ciclista Paris-Roubaix, cuja edição deste ano foi ganha pelo alemão John Degenkolb. O processo é contra desconhecidos, pois foram mais de 20 ciclistas que, no domingo, desrespeitaram os sinais sonoros e luminosos, bem como as barreiras automáticas de proteção que os impediam de atravessar uma passagem de nível devido à aproximação de um comboio de alta velocidade (TGV).

A administração da SNFC pretende com esta decisão que seja aberta uma investigação e no comunicado, ontem divulgado, critica a atitude de alguns ciclistas que podiam ter provocado uma enorme tragédia. Segundo essa nota, foram muitos os que passaram, "deliberadamente e contra todas as regras de segurança", a passagem de nível que estava fechada. Algo que dizem estar "sujeito a uma ação penal" de acordo com o Código da Estrada de França.

Leia mais na edição impressa e no epaper do DN.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG