Cavendish inicia temporada com vitória na Argentina

O ciclista britânico bateu a concorrência no primeiro sprint que disputou esta época. A comitiva portuguesa na prova sul-americana chegou integrada no pelotão.

O britânico Mark Cavendish (Omega Pharma-Quick Step) iniciou a época com uma vitória, ao ganhar esta segunda-feira a primeira etapa do Tour de San Luis, na Argentina, impondo o seu sprint perante Sacha Modolo e Alessandro Petacchi.

Os italianos da Bardiani CSF Inox e da Lampre, respetivamente, não resistiram à ponta final do campeão do mundo de 2011, que cumpriu os 164 quilómetros entre San Luis e Villa Mercedes em 3.48,04 horas, estreando-se da melhor forma ao serviço da sua nova equipa, depois de escapar a uma queda coletiva a 500 metros da meta.

O pelotão cruzou a linha praticamente compacto e quase todos os corredores terminaram com o tempo do primeiro líder da prova, nomeadamente os quatro portugueses presentes: André Cardoso (Caja Rural), em 33.º, José Mendes (Team NetApp-Endura), em 68.º, Bruno Pires (Saxo Ban-Tinkoff), em 111.º e Sérgio Paulinho (da mesma equipa), em 125.º.

Em busca de ritmo competitivo, os espanhóis Alberto Contador (Saxo Bank-Tinkoff), vencedor da Volta a Espanha em 2012, e Joaquín Rodríguez (Katusha), número um mundial, terminaram integrados no pelotão, tal como o italiano Vincenzo Nibali (Astana).

Esta terça-feira, a segunda das sete etapas da corrida vai ligar Tilisarao a Terrazas del Portezuelo, na extensão de 171 quilómetros.

Por sua vez, no Tour Down Under, na Austrália, o ciclista português Tiago Machado (RadioShack) terminou a primeira etapa integrado no pelotão principal, ficando a 10 segundos do alemão André Greipel (Lotto-Belisol), que bateu ao sprint o francês Arnaud Demare.

O ciclista de Famalicão chegou à meta integrado no grupo principal, ocupando o 45.º posto da geral, a 10 segundos do líder.

A etapa ficou marcada pela fuga solitária do australiano Jordan Kerby (UniSA), que foi anulada a 36 quilómetros da meta pelo francês Jérôme Pineau (Omega Pharma-Quick Step), e depois pelo pelotão a 15 quilómetros da linha de chegada.

Graças ao trabalho da sua equipa no final da corrida, Greipel venceu sem problemas, depois de percorrer os 135 quilómetros da etapa em 3.35,15 horas.

A segunda tirada da prova disputa-se também nesta terça-feira e levará o pelotão de Mt. Barker a Rostrevor, uma ligação de 116,5 quilómetros.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG