Carlos Sainz vence 2.ª etapa após problema com GPS

O piloto espanhol Carlos Sainz (Buggy) foi declarado vencedor da segunda etapa do Dakar e mantém a liderança da prova depois de a direção da corrida ter aceitado o seu requerimento sobre o mau funcionamento do GPS do seu carro e decidir retirar-lhe o tempo perdido.

Francis Murac, diretor da corrida, explicou a decisão de retirar 21.26 minutos ao tempo do piloto espanhol na etapa, fixando o tempo da prova em 03:32.15 horas, num comunicado citado pela agência noticiosa espanhola Efe.

Com este tempo, o piloto de Madrid superou em mais de três minutos o francês Stéphane Peterhansel que tinha sido declarado o vencedor da etapa.

Carlos Sainz mantém também a liderança do rally com uma vantagem de 05.05 minutos sobre Peterhansel.

Carlos Sainz tinha chegado ao final da etapa, em Pisco, no Peru, queixando-se do sistema de posicionamento global (GPS) que não terá sido ativado ao passar num posto de controlo, obrigando o piloto a várias voltas para resolver o problema.

O piloto apresentou uma reclamação junto da direção da corrida que entrega a cada piloto o aparelho de GPS, a qual, depois de analisar o sistema, decidiu corrigir os tempos finais da prova.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG