Acidente mata piloto japonês com 19 anos (VÍDEO)

Uma queda tirou a vida a Tomizawa. Desde 2003 que não se registava um acidente mortal. Dani Pedrosa venceu em MotoGP.

O japonês Shoya Tomizawa, de 19 anos, morreu ontem vítima de ferimentos causados por um violento acidente no decurso da corrida de Moto2, no Grande Prémio de San Marino.

À 12.ª volta, Tomizawa seguia no terceiro lugar, após ter passado pela liderança, quando uma saída mais larga numa curva à esquerda levou a sua moto ao corrector, projectando-o do selim. O italiano Alex de Angelis e o britânico Scott Redding, que seguiam muito perto do japonês, não conseguiram evitar o obstáculo e caíram também, porém sem consequências para a sua integridade. É provável que, durante a queda, uma das motos tenha atingido fortemente Tomizawa, que foi assistido no local e depois evacuado para o hospital de Riccione, onde acabaria por ser decretado o óbito.

Cláudio Macchiagodena, o médico que acompanha o circuito mundial de MotoGP, referiu que, na altura em que o jovem piloto foi transferido para o hospital, acusava inúmeros traumatismos no tórax, abdómen e crânio.

Shoya Tomizawa começara a dar nas vistas esta época, após duas temporadas decepcionantes na antiga categoria de 250cc. Em 2008 foi 25.º no campeonato e em 2009 alcançou o 17.º lugar.

No entanto, a passagem dos 250cc - categoria intermédia durante 60 anos no campeonato do mundo de velocidade - para a nova fórmula que a veio substituir, a Moto2, com máquinas de 600cc a quatro tempos, revelaram um novo Tomizawa. O japonês surpreendeu logo na abertura da época, vencendo, em Abril, no Qatar, e iniciando uma série de bons resultados, que lhe valeram o sexto posto no campeonato.

O reforço das medidas de segurança, tanto nos circuitos como nos equipamentos dos pilotos, levaram a que os acidentes mortais se tenham tornado num fenómeno raro no motociclismo de velocidade, apesar de esta nova categoria de Moto2 se ter revelado profícua em quedas colectivas. O último acidente mortal registou- -se em 2003, em MotoGP, com a morte de outro japonês, Daijiro Kato, então com 24 anos, no circuito nipónico de Suzuka.

A corrida de ontem de Moto2, no circuito de Misano, foi ganha pelo espanhol Toni Elias (Moriwaki), à frente do seu compatriota Julian Simon (Suter) e do suíço Thomas Luthi (Moriwaki).


Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG