Organização revela novo logótipo de Tóquio 2020

Logótipo olímpico inicial ficou rodeado em polémica depois de acusações de que tinha sido plagiado

A organização dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 revelou hoje o novo logótipo da competição, oito meses após ter sido obrigada a abdicar do antigo símbolo, devido à acusação de plágio que recaiu sobre o autor, o japonês Kenjiro Sano.

O novo logótipo, escolhido entre uma lista final de quatro propostas, apresenta uma forma circular, com um padrão xadrez tradicional japonês, alega representar os diferentes países que vão disputar o maior evento desportivo mundial, culturas e formas de pensar.

O logótipo olímpico inicial de Tóquio 2020, desenhado por Kenjiro Sano, ficou rodeado em polémica poucos dias antes da sua apresentação oficial, quando o belga Olivier Debie acusou o desenho de ser plagiado.

Debie disse que o logótipo nipónico é demasiado semelhante ao que criou em 2013 para o teatro de Liège, razão pela qual chegou mesmo a apresentar uma queixa perante a justiça belga, acusando Sano de plágio.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.