Exclusivo "O Rúben deixou saudades. Até ajudou jogadores em dificuldades financeiras"

Rúben Amorim esteve no Casa Pia em 2018. Entrou como estagiário, mas deixou a sua marca no clube.

"Não foi aposta nenhuma do Casa Pia. O nosso diretor desportivo na altura, Carlos Pires, disse-me que o Rúben Amorim queria fazer um estágio como treinador no clube, pois vivia aqui perto. Eu disse-lhe que sim, pois tratava-se de um antigo internacional português. Recebemo-lo de braços abertos", revela de forma humilde ao DN Victor Seabra Franco, atual presidente do clube de Pina Manique e que no verão de 2018 já liderava os gansos. Hoje (20.45, TVI) é o dia marcado para o reencontro, com o Casa Pia, quarto classificado da II Liga a receber o Sporting nos oitavos de final da Taça de Portugal.

O responsável máximo do Casa Pia recorda o impacto imediato que o então jovem estagiário de 33 anos teve no plantel, que competia no Campeonato de Portugal: "A cabeça dos jogadores mudou por completo. Ele era um jogador que tinha passado pelo Benfica e sido orientado por grandes treinadores. Apesar de muito jovem, trouxe métodos revolucionários para uma equipa do Campeonato de Portugal."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG