Mourinho e United. Namoro sem casamento vale 13 milhões

O português assinou um pré-acordo com os red devils, que venceram o Manchester City (1-0)

José Mourinho comprometeu-se com o Manchester United. E se o namoro não der em casamento, ou seja, se o clube inglês não honrar o pré-acordo assinado com o técnico português, terá de lhe pagar uma indemnização que pode chegar aos 13 milhões de euros.

E se até ontem as notícias que ligavam o special one aos red devils careciam de algum fundamento, agora a informação, segundo o El País, é atribuída a fonte da Gestifute, empresa de Jorge Mendes, o empresário do técnico. Segundo essa fonte próxima de Mendes, existe um "documento jurídico habitual na indústria do futebol" que dá garantias ao clube de Old Trafford de contar com os serviços do português nas próximas temporadas. E que também garante a Mourinho uma indemnização milionária caso o clube desista de assinar um compromisso definitivo.

Se o United não assinar com Mourinho até 1 de maio, o treinador português poderá reclamar cinco milhões de libras (cerca de 6,5 milhões de euros). E caso o clube estique esse prazo até 1 de junho, a indemnização do antigo treinador do Chelsea e do Real Madrid pode chegar aos dez milhões de libras (cerca de 13 milhões de euros).

E Mourinho até já terá uma lista de reforços. Segundo a imprensa inglesa, João Mário do Sporting é um dos alvos do Manchester United, enquanto os espanhóis falam no interesse em roubar André Gomes ao Valência.

Por enquanto, José Mourinho continua livre e a passar uns dias nos EUA. O português foi visto a assistir ao jogo da NBA entre os LA Lakers e os Phoenix Suns, na madrugada de sábado.
E com a diferença horária é pouco provável que tenha assistido ontem ao dérbi de Manchester, que o seu futuro clube venceu. O United levou a melhor sobre o City (1-0) em partida da 31.ª jornada da Premier League. O único golo do jogo foi marcado por Rashford, o miúdo de 18 anos que entrou para a história como o mais jovem de sempre (18 anos e 120 dias) a bisar na estreia na Premier League e o 3.º da história do Manchester a conseguir tal façanha na 1.ª partida na Liga inglesa.

Os red devils ganharam assim alento na corrida por um lugar na Liga dos Campeões, passando a somar 50 pontos, tantos como o West Ham. Já a equipa de Pellegrini disse adeus ao título, uma vez que tem 51 pontos e está a 15 do líder Leicester. O Tottenham venceu o Bournemouth por 3-0 e mantém-se na perseguição ao 1.º lugar.

Exclusivos

Premium

Flamengo-Grémio

Jesus transporta sonho da Champions para a Libertadores

O treinador português sempre disse que tinha o sonho de um dia conquistar a Liga dos Campeões. Tem agora a oportunidade de fazer história levando o Flamengo à final da Taça Libertadores para se poder coroar campeão da América do Sul. O Rio de Janeiro está em ebulição e uma vitória sobre o Grémio irá colocar o Mister no patamar de herói.