Mourinho deixa-se apanhar por Guardiola

Manchester United perdeu primeiros pontos na Premier League com um empate em Stoke. Marco Silva ainda invicto

O Manchester United de José Mourinho perdeu ontem, à 4.ª jornada, os primeiros pontos na corrente campanha na liga inglesa. Na tradicionalmente difícil visita ao Stoke City, os red devils sofreram também os primeiros golos no campeonato, numa partida que terminou com um empate a duas bolas e uma recusa do Special One em apertar a mão ao homólogo Mark Hughes, depois de ambos terem discutido ao longo do desafio. O avançado camaronês dos potters Choupo-Moting inaugurou (43 minutos) e fechou o marcador (63"). Pelo meio, Rashford (45") e Lukaku (58") marcaram para a equipa do treinador português, que foi igualada pelo rival e vizinho Manchester City na liderança.

No jogo grande da ronda, a formação de Pep Guardiola esmagou o Liverpool por cinco golos sem resposta, num encontro marcado pela lesão do ex-guarda-redes benfiquista Ederson, que foi atingido na cara por Sadio Mané e teve de sair de maca no final da primeira parte. Agüero, Gabriel Jesus (2) e Leroy Sané (2) faturaram para os citizens.

Melhor sorte do que o compatriota teve Marco Silva ao leme do Watford. Com o extremo emprestado pelo Benfica, André Carrillo, em campo durante os 90 minutos, a equipa do técnico português foi ao terreno do Southampton de Cédric Soares vencer por 2-0, com golos de Doucouré e Janmaat.

Pela segunda liga inglesa, destaque para o triunfo caseiro do Wolverhampton de Nuno Espírito Santo sobre o Millwall (1-0), com golo de Diogo Jota. Outro português, Nélson Oliveira, deu a vitória ao Norwich na receção ao Birmingham (1-0). Já o Sheffield Wednesday, de Carlos Carvalhal, bateu o Nottingham Forest (3-1).

Sem Ronaldo, brilha Messi

Depois de ter cedido um empate caseiro na ronda anterior diante do Valência, o Real Madrid voltou a marcar passo em casa diante do modesto Levante. Ainda sem o castigado Cristiano Ronaldo (cumpriu o quarto de cinco jogos de suspensão), os merengues estiveram a perder devido a um golo de Ivi López (12"), mas empataram na etapa inicial por Lucas Vázquez (36"). Além dos dois pontos perdidos, o conjunto orientado por Zidane vai ficar privado de Benzema (lesionado) e Marcelo (castigado) nas próximas partidas. E, pior, fica já a quatro pontos do rival Barcelona.

Sem Ronaldo a fazer sombra, o argentino Messi aproveita para brilhar nos relvados de La Liga. Ontem fez um hat trick que encaminhou a goleada do Barça no dérbi catalão, frente ao Espanhol: 5-0, com os golos restantes a cargo de Piqué e Suárez. E a equipa de Ernesto Valverde dormiu isolada na frente, com nove pontos em três jogos, à espera de ver o que faz hoje a Real Sociedad.

Ainda por Espanha, destaque para a estreia de Gonçalo Guedes (entrou aos 61") no Valência, em empate diante do Atlético Madrid.

Jardim goleado por Balotelli

Tal como na época transata, em que foi campeão francês, o Mónaco de Leonardo Jardim saiu da visita ao vizinho Nice com uma pesada derrota por 0-4, e vê o PSG saltar para a liderança isolada da liga. Marcos Lopes e João Moutinho foram titulares pelos monegascos, mas impotentes para impedir uma goleada para a qual o polémico italiano Mario Balotelli contribuiu com dois golos.

Na Alemanha, destaque para o desaire do Bayern Munique na visita ao Hoffenheim (0-2). Nada surpreendente foi o confortável triunfo caseiro da Juventus frente ao Chievo (3-0), em Itália.

Por outras paragens, os adversários de FC Porto e Sporting na primeira jornada da fase de grupos na Liga dos Campeões tiveram sortes diferentes. O Besiktas de Pepe e Quaresma, que visita o Dragão na quarta-feira, venceu no reduto do Karabukspor por 1-0, com golo de Ryan Babel, e isolou-se provisoriamente no comando do campeonato turco. Já o Olympiacos, que recebe o Sporting na terça-feira, foi ao campo do Xanthi empatar a uma bola, mas ainda assim a isolar-se à condição na liderança da liga grega.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG