Miguel Oliveira saiu de trás para chegar ao pódio nas Américas

Piloto português partiu da 12.ª posição da grelha, mas alcançou o 3.º lugar, ascendendo ao quarto posto no Mundial de Moto2

O 24.º pódio de Miguel Oliveira no Mundial de Moto2, e segundo nesta temporada, foi conquistado de trás para a frente. O piloto português saiu da 12.ª posição da grelha de partida e foi ultrapassando adversários até cortar a meta no pódio, em 3.º lugar. Com o resultado obtido no Grande Prémio (GP) das Américas, realizado em Austin (EUA), o almadense ascendeu ao 4.º posto do campeonato de velocidade.

Miguel Oliveira fez uma corrida de gás a fundo para recuperar a posição de saída. A pista de Austin viu o português galgar posições paulatinamente, até que, à 10.ª de 18 voltas, já estava na terceira posição.

Com algum atraso em relação aos dois primeiros, Miguel Oliveira ainda forçou o andamento para tentar entrar na discussão por um lugar melhor. O piloto de Almada conseguiu mesmo o melhor tempo, a duas voltas do final do GP das Américas, no qual obteve o primeiro pódio da carreira, mas acabou a um segundo do 2.º, o espanhol Alex Márquez, e a três do vencedor, o italiano Francesco Bagnaia.

Bagnaia capitalizou este triunfo com a subida à liderança do Mundial, com 57 pontos. Atrás está o anterior líder, o também italiano Mattia Pasini, empatado com Alex Márquez, ambos com 47 pontos. Miguel Oliveira é agora 4.º classificado, com 43 pontos.

"Sinto-me bastante cansado, foi uma corrida bastante dura", começou por dizer Miguel Oliveira, que conseguiu assim o segundo pódio em três corridas nesta temporada. "Saí da 4.ª linha [na grelha de partida] e felizmente consegui evitar qualquer contacto com os meus adversários e fazer uma corrida limpa", acrescentou.

E concluiu com uma nota de esperança: "Foi muito difícil ganhar tempo, a moto estava a deslizar muito. Não foi o fim de semana perfeito para nós, mas estamos no pódio novamente e isso deixa-me feliz."

A próxima prova do Mundial de Moto2 está agendada para o início de maio (4, 5 e 6) e será acolhida pela pista de Jerez de la Frontera, em Espanha. Segundo a equipa de Miguel Oliveira, o português vai contar, pela primeira vez, com uma bancada de fãs oficial, que juntará centenas de pessoas.

Marc Márquez vence em MotoGP

Em MotoGP, Marc Márquez também teve de recuperar posições para se estrear a vencer nesta época na sua Honda, batendo a concorrência no GP das Américas.

Depois de uma penalização que o fez perder a pole e cair para 4.º da grelha de partida, o espanhol bateu o compatriota Maverick Viñales (2.º, Yamaha) e o italiano Andrea Iannone (3.º, Suzuki), acabando por ser outro italiano a saltar para a liderança do Mundial.

Ao terminar em 5.º, Andrea Dovizioso alcançou os 46 pontos no campeonato, mais um do que Márquez e quatro do que Viñales.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG