Magnus Cort é a mais recente baixa provocada pela covid-19

Ciclista dinamarquês de 29 anos abandona a 109.ª Volta a França após testar positivo à covid-19.

O ciclista dinamarquês Magnus Cort, vencedor da 10.ª etapa e um dos grandes protagonistas da 109.ª Volta a França, testou positivo à covid-19 e está fora da prova francesa, informou a equipa EF Education-EasyPost.

"Magnus Cort acordou esta manhã com dores de cabeça e febre e desde então testou positivo à covid-19. Ele não vai alinhar na 15.ª etapa da Volta a França. A sua avaliação médica está a decorrer", lê-se na conta oficial da formação norte-americana na rede social Twitter.

O dinamarquês de 29 anos despede-se desta 'Grande Boucle' depois de ter conquistado a 10.ª etapa, em Megève, e de ter entrado na história do Tour, ao tornar-se no primeiro ciclista a vencer as 11 primeiras contagens de montanha de uma mesma edição.

Na quarta etapa, Cort superou por larga margem o recorde estabelecido pelo espanhol Federico Bahamontes, que em 1958 cruzou na frente as primeiras sete contagens de montanha dessa edição.

O carismático ciclista da EF Education-EasyPost, que liderou a classificação da montanha durante sete etapas, também se destacou nas jornadas iniciais por ser o primeiro a integrar quatro fugas consecutivas desde o belga Thomas de Gendt em 2017.

Esta é a segunda 'baixa' importante no Tour antes do arranque da 15.ª etapa, que liga hoje Rodez a Carcassone ao longo de 202,5 quilómetros, já que também o esloveno Primoz Roglic, vice-campeão do Tour2020 e companheiro do camisola amarela Jonas Vingegaard, abandonou para recuperar das lesões resultantes da queda sofrida na quinta tirada.

Pouco antes do anúncio da formação norte-americana, que há uma semana perdeu o português Ruben Guerreiro por doença, também a Israel-Premier Tech comunicou que Simon Clarke não irá alinhar por ter testado positivo à covid-19.

O australiano, de 35 anos, venceu a quinta etapa desta edição, que terminou em Arenberg, depois de percorrer setores de 'pavé' comuns à clássica Paris-Roubaix.

Cort e Clarke juntam-se na lista de 'baixas' por covid-19 aos franceses Warren Barguil (Arkéa Samsic), Geoffrey Bouchard (AG2R Citroën) e Guillaume Martin (Cofidis), ao norueguês Vegard Stake Laengen e ao neozelandês George Bennett, ambos da UAE Emirates, e ao australiano Luke Durbridge (BikeExchange-Jayco).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG