Liga, clubes e médicos não prevêem interrupção das competições

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), alguns clubes do Norte e Centro do país e a HPP Saúde decidiram que, mediante os dados actuais da Gripe A (H1N1), não há qualquer previsão de interrupção das competições.

Numa reunião hoje realizada no Porto, que juntou Leixões, Vitória de Guimarães, Rio Ave, Feirense, Académica, Penafiel, Varzim, Paços de Ferreira, Desportivo das Aves, Trofense e FC Porto e representantes da LPFP e da HPP Saúde, deu-se continuidade a um outro encontro, em Lisboa, a 12 de Agosto, com clubes do sul e da Madeira, sobre a mesma matéria e na qual se tinha chegado também à mesma conclusão.

No Porto, concluiu-se igualmente ser necessário que os futebolistas profissionais passem a ser controlados diariamente pelas equipas médicas dos clubes para prevenir o eventual contágio de Gripe A (H1N1).

A manutenção do sistema de vigilância e alerta centrado no departamento médico dos clubes, sendo aconselhável a partilha de informação entre todas as direcções médicas e a implementação, em casos adequados, da vacinação contra a gripe sazonal foram outras das conclusões da reunião.

Os departamentos médicos dos clubes vão também pedir aos atletas para que não frequentem ambientes que permitam o contágio fácil, nomeadamente ambientes fechados.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG