Juventus sofre derrota pesada frente ao AC Milan

Equipa de Cristiano Ronaldo tem o apuramento para a Liga dos Campeões em risco.

O AC Milan venceu a Juventus, em Turim, por 3-0, na 35.ª jornada da I Liga italiana de futebol, e deixou a equipa de Cristiano Ronaldo em risco de não se qualificar para a Liga dos Campeões do próximo ano.

O descalabro da vecchia signora iniciou-se à beira do intervalo, quando Brahim Diaz inaugurou o marcador, a aproveitar um erro do guarda-redes da seleção polaca, Wojciesny Szczesny, que socou a bola em vez de agarrar e deixou a baliza à mercê do talento do avançado espanhol.

Na segunda parte, o AC Milan ampliou o resultado para 3-0, com golos do extremo croata Ante Rebic e do central inglês Fikayo, Tomori, aos 78 e 82 minutos, a aproveitar a desorientação da equipa de Turim que voltou a fazer uma exibição deplorável, à qual não escapou também Cristiano Ronaldo, que esteve completamente desinspirado.

Enquanto Ronaldo jogou os 90 minutos pela Juventus, o seu compatriota Rafael Leão não chegou a sair do banco do AC Milan, preterido nas opções do treinador Stefano Pioli para este jogo, ao contrário de Diogo Dalot, que entrou aos 82 minutos.

Com esta derrota, a Juventus arrisca-se a não se qualificar para a Liga dos Campeões na próxima época, visto que caiu para o quinto lugar, com 69 pontos, a um do Nápoles, que é quarto, com 70, e a três do segundo e terceiro lugares, ocupados pela Atalanta e pelo AC Milan, ambos com 72, a três jornadas do fim.

Entretanto, a Roma, treinada pelo português Paulo Fonseca, goleou hoje o já despromovido Crotone, por 5-0, com quatro dos golos a serem marcados nos últimos vinte minutos.

O nulo que se verificava ao intervalo não fazia supor uma goleada, mas a verdade é que a equipa de Paulo Fonseca, que será substituído no cargo a partir da próxima época pelo seu compatriota José Mourinho, foi demolidora na segunda parte.

Tudo começou com um golo do avançado espanhol Borja Mayoral, aos 47 minutos, mas a quebra do Crotone nos últimos 20 minutos foi avassaladora, com a Roma a marcar aos 70 e 73 minutos, pelo médio Lorenzo Pellegrini, aos 78, pelo médio ofensivo arménio, Henrikh Mkhitaryan, e aos 90, com o bis de Mayoral.

A Roma segue em sétimo lugar, com 58 pontos, enquanto o Crotone está 'afundado' na tabela classificativa, em último, com 18 pontos apenas.

Horas antes, a Atalanta embalara para a vice-liderança, ao vencer fora no Ennio Tardini o já despromovido Parma, por 5-2, com golos Malinovsky (12), Pessina (52) e Luís Muriel (77) a colocarem o resultado em 3-0.

Brunetta ainda reduziu para o Parma, aos 78, Luís Muriel bisou aos 86, Sohm fez o 4-2 para os da casa aos 88, e Miranchuk fixou o resultado em 5-2, aos 90+3.

Em zona oposta na tabela, na luta pela descida, o Cagliari (16.º, com 35 pontos) conseguiu hoje uma importante vitória por 3-1 em casa do Benevento, que é 18.º (31 pontos), três pontos atrás do Spezia (17.º), e quando Crotone e Parma já estão despromovidos.

A jornada acaba por ser positiva para o Cagliari, ao vencer fora um adversário direto na fuga à despromoção, e também para o Torino (15.º), que acabou por somar um ponto no empate 1-1 na visita ao Verona, que tem a permanência assegurada.

Mais cedo, o Sassuolo venceu na visita ao Génova (2-1) e está na luta pelas competições europeias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG