Juventus conquista Taça de Itália, o troféu que faltava a Cristiano Ronaldo

Vecchia signora arrecadou o troféu pela 14.ª vez ao vencer a Atalanta por 2-1, perante um número limitado de espectadores nas bancadas

A Juventus conquistou esta quarta-feira a Taça de Itália, ao vencer a Atalanta por 2-1, na final disputada em Reggio Emília com um número limitado de espectadores nas bancadas, devido à pandemia de covid-19.

Foi o 14.º título dos bianconeri na competição e o primeiro de Cristiano Ronaldo que, na época passada, falhou a conquista do único troféu que ainda lhe faltava em Itália, ao perder na final, com o Nápoles, por 4-2 (após grandes penalidades).

O avançado português foi titular e alinhou os 90 minutos, mas ficou em branco, apesar de ter tentado o golo, sem sucesso, em algumas ocasiões.

A equipa de Turim adiantou-se pela primeira vez aos 31 minutos, quando um cruzamento atrasado de Weston McKennie encontrou Dejan Kulusevski bem enquadrado com a baliza da Atalanta e o avançado sueco inaugurou o marcador.

Apenas 10 minutos depois, a Atalanta respondeu com um golo de Ruslan Malinovsky, com um remate à entrada da área que entrou junto ao poste direito da baliza de Buffon, que deverá ter cumprido esta quarta-feira, aos 43 anos, o seu ultimo jogo pela vecchia signora.

Já na segunda parte, aos 60, Chiesa desperdiçou uma oportunidade soberana para recolocar a Juventus em vantagem, quando, isolado na cara do guarda-redes adversário por um toque de calcanhar de Cristiano Ronaldo, atirou ao poste da baliza.

O avançado emprestado pela Fiorentina redimiu-se, ao concluir com sucesso uma jogada em que tabelou com Kulusevski, que se encontrava na meia-lua e devolveu na perfeição para a entrada de Chiesa que, já dentro da área, estabeleceu o resultado final, aos 73.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG