Jogador da NFL matou cinco pessoas e suicidou-se

Phillip Adams foi o autor de um massacre que tirou a vida a seis pessoas, incluindo o próprio e dois menores

Um jogador da liga de futebol americano dos Estados Unidos (NFL) foi o autor de um massacre que ocorreu esta quarta-feira em Rock Hill, na Carolina do Norte.

Phillip Adams matou a tiro cinco pessoas, incluindo o médico que o tratava, e depois matou-se, avança a CNBC, que cita fonte informada sobre a investigação.

O Gabinete do Xerife da Comarca de York disse que procurou o suspeito durante horas até o encontrar numa casa nas proximidades.

Adams jogou como defesa em várias equipas, nomeadamente 49ers, New England Patriots, Seattle Seahawks, Oakland Raiders, New York Jets e Atlanta Falcons, tendo sofrido lesões como concussões e uma fratura no tornozelo esquerdo. No total, disputou 78 jogos na NFL, tendo encerrado a carreira em 2015, quando ainta tinha 27 anos.

As outras quatro pessoas mortas eram a mulher e os dois netos (ambos menores, com nove e cinco anos) do médico, e um funcionário da família.

Uma sexta pessoa foi hospitalizada com "ferimentos graves", após ter sido atingida por uma bala.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG