Jéssica Augusto: "Também gostava de ser comendadora"

Atleta e presidente da Federação Portuguesa de Atletismo criticam Presidente da República

Jéssica Augusto e Jorge Vieira, presidente da Federação Portuguesa de Atletismo criticaram esta terça-feira a desigualdade do tratamento presidencial dado aos feitos dos atletas portugueses relativamente ao futebol.

"Estamos num tempo de afetos, mas sabemos que os afetos não têm sido iguais a todos. Neste caso, somos nós que temos de passar os afetos aos atletas", defendeu Jorge Vieira, aludindo ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

"Quando vejo um jogo de futebol, penso que os nossos atletas são iguais a estes. Esforçam-se e não se esforçam menos. Por isso, merecem o mesmo reconhecimento, o mesmo afeto que outros merecem na sociedade desportiva", frisou o dirigente.

Também Jéssica Augusto deixou críticas ao tratamento presidencial: "Temos dois campeões da Europa em casa. Estamos felizes um pelo outro. A nossa medalha é mais bonita, mais pessoal", começou por dizer a medalha de bronze da meia-maratona, referindo-se ao companheiro Eduardo, guarda-redes campeão europeu de futebol.

"Também gostava de ser comendadora, mas pelo andar vai ser difícil. Vamos ver se o nosso Presidente repara em nós", lançou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG