Wolves de Nuno garante regresso à Premier League

Equipa que tem o treinador e seis jogadores portugueses beneficiou de empate do Fulham para festejar subida... no sofá

O Wolverhampton, orientado por Nuno Espírito Santo e que conta com os portugueses Rúben Neves, Roderick, Rúben Vinagre, Diogo Jota, Hélder Costa e Ivan Cavaleiro no plantel, garantiu ontem a promoção à I Liga Inglesa.

O regresso à Premier League, campeonato que os Wolves já não disputam desde 2011/12, foi celebrado... no sofá, pois a equipa só vai entrar hoje (12.00) em campo para a 43.ª jornada, recebendo o Birmingham. O antigo técnico portista e os seus homens beneficiaram do empate caseiro do Fulham com o Brentford (1-1), para assegurar matematicamente a subida. Nas redes sociais, o clube partilhou um vídeo da festa, em pleno hotel, conseguindo ver-se a euforia de Nuno Espírito Santo, seu staff e jogadores.

A formação em que também alinham o central francês Willy Boly, cedido pelo FC Porto, e o antigo avançado brasileiro do Estoril, Léo Bonatini, pode ainda ser campeão da II Liga inglesa, conhecida por Championship. Para já, ao cabo de 42 jogos, soma 28 vitórias, oito empates e seis derrotas, possuindo o melhor ataque da prova (76 golos) e a segunda melhor defesa (36).

A promoção do Wolverhampton foi destacada pela imprensa, que salientou o forte investimento para esta temporada levado a cabo pelo grupo Fosun, proprietário do clube, e cuja legalidade tem sido questionada por alguns clubes que disputam o mesmo campeonato. A BBC salienta o 3x4x3 implementado por Nuno Espírito Santo e a brilhante temporada de Rúben Neves.

Man. City pode fazer a festa hoje...

Quem também pode festejar este fim de semana no sofá é o Manchester City, que ontem cumpriu o seu trabalho e venceu na visita ao Tottenham (3-1). Valeram aos citizens os golos de Gabriel Jesus, Gundogan e Sterling - Eriksen marcou para os spurs -, que deixaram a batata quente nas mãos do Manchester United de José Mourinho. Se esta tarde (16.00) os red devils forem derrotados em casa pelo lanterna vermelha West Bromwich Albion, os homens de Pep Guardiola podem abrir o champanhe.

Também ontem pela liga inglesa, o Swansea de Carlos Carvalhal empatou em casa com o Everton (1-1) e amealhou mais um ponto na luta pela permanência.

... e o Paris Saint-Germain também

Noutras paragens, em França, hoje também pode ser dia de consagração para o Paris Saint-Germain, que esta noite (20.00) recebe o vice-líder Mónaco, de Leonardo Jardim, João Moutinho e Rony Lopes. Uma vitória dos parisienses deixaria os monegascos a 17 pontos impossíveis de alcançar.

A formação do Principado não perde no campeonato há 17 jogos e tem Rony Lopes em grande forma - marcou nos últimos sete encontros na liga -, mas tem cinco jogadores lesionados e foi derrotada nos derradeiros cinco desafios oficiais diante do PSG.

Barcelona bate recorde

Num tarde complicada, diante do terceiro classificado Valência, o Barcelona venceu em casa por 2-1 e tornou-se a primeira equipa da história do campeonato espanhol a estar invicta durante 39 jornadas, batendo o recorde que pertencia à Real Sociedad e era relativo a 1979 e 1980. Os golos de Suárez e Umtiti deram o triunfo aos catalães, que tiveram André Gomes no banco e Nélson Semedo em campo apenas durante o tempo de compensação. Parejo marcou para a formação che, que contou com Rúben Vezo e Gonçalo Guedes no onze.

Este resultado pode permitir ao Real Madrid de Cristiano Ronaldo subir ao último degrau do pódio da liga espanhola, em caso de vitória esta noite (19.45) no reduto do lanterna vermelha Málaga. O vice-líder e carrasco leonino Atlético Madrid recebe o Levante (15.15)

Ler mais

Exclusivos