Vítor Hugo Valente anuncia candidatura à presidência do V. Setúbal

O líder da segunda lista mais votada nas eleições de março passado dos sadinos, anunciou na terça-feira que se vai candidatar à presidência da direção nas eleições agendadas para 21 de dezembro

Depois do pedido de demissão apresentado por Fernando Oliveira do cargo de presidente da direção, no passado dia 21, o advogado revelou já ter informado o líder da Assembleia-Geral (AG) da sua decisão, prometendo apresentar a lista nos próximos dias.

"Por respeito à assembleia-geral informei pessoalmente o seu presidente [Fernando Cardoso Ferreira] que, em cumprimento dos estatutos e dentro do prazo [até 14 de dezembro], vou apresentar uma lista completa nos serviços administrativos", avançou à Lusa.

Vítor Hugo Valente reuniu esta terça-feira com o líder da AG e manifestou o seu desacordo pela decisão deste em convocar as eleições para a direção, deixando de fora os restantes órgãos sociais (Assembleia-Geral, Conselho Fiscal e Disciplinar e Vitoriano).

"Entendo que a convocatória não respeita os estatutos e solicitei que a alterassem, mas mantém-se intransigente, mantendo a convocatória para um órgão social: a direção. Sou incapaz de não cumprir os estatutos e apresentar uma lista só para a direção. A lista que vou entregar será completa", declarou.

O ex-presidente da SAD vitoriana lamentou a "intransigência" de Fernando Cardoso Ferreira.

"O senhor presidente da Assembleia-Geral disse-me que rejeitava a lista caso a apresente completa. Disse-lhe que se o fizer fica responsável pela não resolução dos problemas do Vitória", relatou.

Vítor Hugo Valente alertou para a premência de resolver a crise diretiva que afeta o atual 16.º classificado da I Liga portuguesa de futebol.

"Eu e um grupo de pessoas que me acompanha desde março temos trabalhado todos os dias para encontrar soluções para os gravíssimos problemas do clube. O tempo é muito curto e os problemas de natureza fiscal, desportiva e do PER [Processo Especial de Revitalização] não podem esperar", vincou.

Refira-se que nas eleições de 24 de março de 2017, Fernando Oliveira foi eleito presidente ao recolher 843 votos contra os 340 de António Santos (Lista B) e os 738 de Vítor Hugo Valente (Lista C), tendo sido contabilizados ainda nove votos em branco e oito nulos, perfazendo um total de 1.938 votos em urna.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...