Villas-Boas: "Dei o coração ao FC Porto"

Técnico do Zenit diz que não quer encontrar o FC Porto nos oitavos de final da Liga dos Campeões

O treinador André Villas-Boas considerou que a vitória do Zenit São Petersburgo sobre o Valência, por 2-0, na Liga dos Campeões, é um importante resultado para a imagem do clube russo.

"Penso que para nós o jogo começou muito bem, fizemos uma maravilhosa primeira parte. Estivemos bem a nível posicional e no contra-ataque. Na segunda parte, houve momentos em que nos sentimos desconfortáveis. No entanto, os nossos jogadores estão a jogar de forma inteligente, conseguiram um grande resultado para o Zenit, para o futebol russo e para a nossa imagem", resumiu o técnico português.

Com o triunfo caseiro de hoje, frente ao Valência de Nuno Espírito Santo, a equipa russa assegurou o primeiro lugar do Grupo H da Liga dos Campeões, mas André-Villas Boas quis recordar "as situações difíceis" que o Zenit atravessou durante a fase de grupos.

"O mais importante é que conseguimos uma vitória em casa, ao contrário do que aconteceu no ano passado, além de termos vencido também em Valência. Esse triunfo estabeleceu a forma como encarámos o jogo de hoje. Estamos muito satisfeitos com o desfecho e tentaremos ganhar no último jogo", concluiu.

Apesar de o FC Porto estar com pé e meio fora da Champions, Villas-Boas deixou um desejo para os oitavos de final. "Não gostaria de encontrar o FC Porto na próxima fase, porque é o meu clube, o clube a quem dei o meu coração. Mas no sorteio tudo pode acontecer."

Ler mais

Exclusivos