Usain Bolt vai fazer testes no Borussia Dortmund em março

Velocista disse adeus às pistas e quer dedicar-se ao futebol. O sonho é representar o Manchester United de José Mourinho

Recordista mundial de 100 (9.58 segundos) e 200 metros (19.19), oito vezes campeão olímpico e onze campeão mundial nas diversas disciplinas de velocidade, Usain Bolt disse adeus às pistas em agosto, após os Mundiais de Londres, e prepara-se para tentar a sua sorte no futebol em março (um sonho antigo), quando iniciar um período de testes num dos principais clubes alemães.

"Em março vou fazer testes no Borussia Dortmund que vão determinar qual o caminho que vou seguir. Se me disserem que sou bom e que só preciso de um pouco de treino, é isso que vou fazer", afirmou o ex-velocista, 31 anos, em declarações ao jornal britânico Express, confessando nervosismo.
"Isto coloca-me nervoso. Não costumo ficar nervoso, mas isto é diferente, é futebol. Vou precisar de tempo para me adaptar. Aconteceu o mesmo quando comecei a correr na pista. Estava nervoso até me habituar ao público, às pessoas e a tudo o que as provas envolvem", acrescentou, a dois meses de treinar ao lado de craques como Pierre-Emerick Aubameyang, Shinji Kagawa, Marco Reus e o português Raphaël Guerreiro, num período experimental organizado pela marca de equipamentos Puma, que patrocina o atleta e o clube.

Embora o emblema germânico seja um dos mais conceituados da Europa, o jamaicano assume que o grande sonho é representar um colosso inglês, treinado por... José Mourinho. "Um dos meus sonhos é assinar pelo Manchester United. Se no Borussia Dortmund disserem que sou bom o suficiente, vou dar tudo e treinar arduamente", vincou Lightning Bolt, acérrimo adepto dos red devils.

"Falei com Alex Ferguson e disse-lhe que gostava que ele me recomendasse. Ele disse-me que se eu estiver em forma e preparado, que vai ver o que pode fazer", revelou o jamaicano, que há cinco meses foi terceiro classificado na prova de 100 metros dos Mundiais de Londres, atrás dos norte-americanos Justin Gatlin e Chris Coleman.

Quer jogar a extremo

Quem também tem estado em contacto com Bolt é Paul Pogba, um dos craques do Manchester United. "Eu e Pogba falamos imenso. Eu vejo-o jogar e faço-lhe perguntas. Quero jogar mas tem de ser num campeonato de topo, não me contento em ser mediano", afirmou, já a sonhar com a conquista da... Liga dos Campeões. "Vai ser difícil porque a minha carreira foi grandiosa, mas se eu ganhar a Champions ou algo do género, estaria perto do que consegui no atletismo", atirou, ambicioso.

Por enquanto, Bolt vai treinando informalmente com os amigos, mas já sabe o que dizer quando em Dortmund lhe perguntarem em que posição prefere jogar. "Quero jogar numa ala mas sei que, ouvindo toda a gente e conversando com outros jogadores, vou estar num nível alto", acredita o jamaicano, com saudades da competição. "Não sinto falta dos treinos, mas sinto falta da competição e de correr em frente a uma multidão", confessou o recordista mundial, que além dos testes no clube alemão está a preparar-se para seguir carreira no póquer, conforme desvendou em recente evento nas Bahamas.

Ler mais

Exclusivos