Confrontos entre elementos da claque Diretivo XXI

Taça Portugal: PSP efetuou 19 detenções antes do início do jogo

A Polícia de Segurança Pública (PSP) efetuou 19 detenções nas imediações do estádio nacional, no Jamor, antes do início da final da Taça de Portugal em futebol, que opõe o Desportivo das Aves ao Sporting.

"No total, foram efetuadas 19 detenções, das quais 13 por posse de artefactos pirotécnicos, duas por especulação (venda ilegal de bilhetes) e quatro por ofensas à integridade física de agentes da autoridade", disse à agência Lusa o comissário da PSP Tiago Garcia.

O comissário explicou que um dos detidos por posse de artefactos foi também considerado culpado de ofensa à integridade física de uma equipa de reportagem da RTP.

Tiago Garcia considerou que, apesar de todo o ambiente que se tem vivido no Sporting, toda a operação de segurança em torno da final "está a decorrer com grande normalidade.

Em declarações à TVI 24, o comissário da Polícia de Segurança Pública Tiago Garcia, explicou que se verificaram confrontos entre elementos da claque Diretivo XXI.

Segundo o DN apurou, um dos elementos da claque Diretivo XXI que foi detido no Jamor é o líder deste grupo. Na base da detenção está a posse de artefactos pirotécnicos e uma agressão a um jornalista.

"Verificaram-se confrontos entre adeptos que obrigaram à intervenção da policia, vinha um indivíduo detido, ainda não tenho informação do motivo", disse.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Crespo

E uma moção de censura à oposição?

Nos últimos três anos, o governo gozou de um privilégio raro em democracia: a ausência quase total de oposição. Primeiro foi Pedro Passos Coelho, que demorou a habituar-se à ideia de que já não era primeiro-ministro e decidiu comportar-se como se fosse um líder no exílio. Foram dois anos em que o principal partido da oposição gritou, esperneou e defendeu o indefensável, mesmo quando já tinha ficado sem discurso. E foi nas urnas que o país mostrou ao PSD quão errada estava a sua estratégia. Só aí é que o partido decidiu mudar de líder e de rumo.