Swansea de Carvalhal desce. Guardiola faz 100 pontos

O galeses perderam o último jogo em casa e juntam-se a Stoke City e West Bromwich no adeus à Premier League

O Swansea treinado por Carlos Carvalhal confirmou este domingo a descida ao segundo escalão do futebol inglês, ao perder em casa diante do Stoke City, por 2-1. Só um milagre poderia salvar os galeses da despromoção, pois tinham de ganhar e recuperar sete golos em relação ao Southampton, que perdeu 0-1 com o campeão Manchester City.

A equipa de Carvalhal até esteve a vencer o já despromovido Stoke City graças a um golo de Andy King, mas Badou Ndiaye e Peter Crouch deram a volta ao marcador..

O outro despromovido é o West Bromwich que perdeu em Londres com o Crystal Palace, por 2-0.

No topo da tabela, o Manchester City alcançou os 100 pontos, ao vencer em Southampton, com um golo de Gabriel Jesus nos instantes finais da partida.

O Manchester United confirmou o segundo lugar com um triunfo em casa diante do Watford, por 1-0, com golo de Rashford.

Faltava saber quem iria ficar em terceiro lugar, ao qual acabou por chegar o Tottenham, que num jogo emocionante em Wembley acabou por vencer o Leicester por 5-4. A equipa de Adrien Silva começou o jogo a ganhar graças a um golo de Vardy, tendo Harry Kane respondido de imediato com o empate. Só que o Leicester voltou para a frente do marcador com golos de Mahrez e Iheanacho. Os Spurs chegaram depois à liderança do resultado com dois golos de Lamela e um autogolo de Fuchs. Vardy voltou a empatar a partida a quatro, mas Harry Kane bisou aos 76 minutos e terminou com o sofrimento dos londrinos.

De nada valeu a goleada do Liverpool ao Brighton por 4-0, com Salah a abrir o marcador e a coroar-se melhor marcador da Premier League com 32 golos. Os reds fecharam assim o lote de apurados para a Champions.

Para a Liga Europa seguem o Chelsea que perderam em Newcastle por 3-0, com Dwight Gayle e Ayoze Perez, por duas vezes, a consumarem o triste adeus de Antonio Conte no comando técnico do Chelsea.

Mais feliz foi o adeus de Arsène Wenger ao Arsenal, ao vencer em Huddersfield (1-0), graças a um golo de Aubameyang, que confirmou o sexto lugar dos gunners, enquanto o Burnely fecha o lote de apurados para a Liga Europa, apesar da derrota caseira diante do Bournemouth, por 1-2.

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.