Sporting de Braga vence dérbi em Guimarães e 'cola-se' aos líderes

Sporting de Braga deu uma resposta positiva em casa do rival do Minho

O triunfo do Sporting de Braga no dérbi minhoto com o Vitória de Guimarães, por 1-0, em que Marafona segurou a vantagem ao defender uma grande penalidade de Soares, marcou a jornada de hoje da I Liga de futebol.

Uma semana após ter perdido a Supertaça frente ao tricampeão Benfica (3-0), em Aveiro, o Sporting de Braga deu uma resposta positiva em casa do rival Vitória de Guimarães e venceu com um golo de Pedro Santos (1-0), aos 15 minutos.

Tal como o Sporting de Braga, também Boavista e Vitória de Setúbal venceram os seus jogos de estreia na I Liga, frente a Arouca e Belenenses, respetivamente, e colaram-se a FC Porto, Sporting e Benfica no topo da tabela classificativa.

O Boavista, graças à eficácia demonstrada na primeira parte, estreou-se com uma vitória caseira por 2-0 frente ao 'europeu' Arouca, que não justificou o ritmo competitivo mais avançado devido ao facto de ter iniciado a época mais cedo na Liga Europa.

Idris, cinco minutos após o apito inicial, colocou o Boavista em vantagem, com um chapéu ao guarda-redes Bracali, que o reforço brasileiro Lucas Tagliapietra, com um cabeceamento na sequência de um livre, ampliou para 2-0 aos 25 minutos.

O Vitória de Setúbal também se estreou a vencer por 2-0 na receção ao Belenenses, numa partida em que chegou cedo à vantagem através da conversão de uma grande penalidade por André Claro, aos 10 minutos.

A equipa treinada por José Couceiro, que já orientou, entre outros, FC Porto e Sporting, dilatou a vantagem para 2-0 por Frederico Venâncio, aos 49 minutos, com um desvio para o fundo da baliza.

A formação sadina beneficiou ainda do facto de o Belenenses ter ficado reduzido a 10 elementos, aos 67 minutos, por expulsão do defesa João Diogo, por acumulação de cartões amarelos.

A 1.ª jornada da I Liga prossegue na segunda-feira, com a receção do Estoril-Praia ao promovido Feirense, mas apenas termina a 04 de setembro, com o embate entre Nacional e Desportivo de Chaves, que foi adiado devido aos incêndios na Madeira.