Ronaldo já terá o 'ok' de Florentino para sair

A notícia é do diário Marca, normalmente bem informado do quotidiano merengue. Cláusula é de mil milhões e o contrato em vigor expira em 2021

A notícia é do jornal Marca, possivelmente a publicação melhor informada sobre o quotidiano do Real Madrid. Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, já aceitou o pedido de Cristiano Ronaldo para deixar o Bernabéu. Tudo se terá precipitado depois de uma reunião ocorrida entre Florentino Pérez e Jorge Mendes, agente de Ronaldo.

Nesse encontro o líder dos tricampeões europeus terá oferecido um novo contrato a Ronaldo de 25 milhões de euros/ano. O madeirense encarou isso como um escancarar de portas pois, um ano antes, Florentino tinha-lhe prometido atualizar a sua folha salarial anual para um valor entre os 21 e os 30 milhões. Contudo, a promessa não passou disso mesmo. E enquanto isso, Neymar, que recebe do PSG 37 milhões/ano era alvo de cobiça merengue.

E, resumo, após o encontro entre Pérez e Mendes Ronaldo pediu para sair e o presidente disse que sim. Porém, há dois pormenores que são pormaiores; a cláusula de rescisão é de mil milhões de euros e o contrato em vigor expira em 2021.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.