Ronaldo revela o porquê da "guerra" com Lionel Messi

Futebolista português abriu o livro sobre a rivalidade com o argentino, após ter sido considerado o melhor do ano na China

O internacional português Cristiano Ronaldo disse que a "guerra" com o argentino Lionel Messi, com quem repartiu o título de melhor futebolista mundial nos últimos nove anos, é uma criação do "negócio do futebol".

"Para mim, essa guerra não existe (...). Faz parte do negócio do futebol. Somos dois grandes jogadores", disse Ronaldo em entrevista ao diário chinês Dongqiudi, que distinguiu o avançado do Real Madrid com o troféu destinado ao melhor jogador de 2016.

Ronaldo, de 31 anos, foi designado quatro vezes melhor futebolista mundial, em 2008, 2013, 2014 e 2016, menos uma do que o avançado do FC Barcelona, que recebeu a Bola de Ouro em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015.

"Jogamos em clubes rivais, mas respeitamo-nos quando nos encontramos. Tenho uma relação normal com ele. As pessoas comparam-nos constantemente, mas isso é normal. Comparam até os nossos filhos, como crescem, que escola frequentam, quem é o mais rápido", observou Ronaldo.

Ler mais

Exclusivos