Polícia britânica identifica 83 suspeitos de pedofilia no futebol inglês

Conselho Nacional de Chefes de Polícia estima que há quase 100 clubes envolvidos

A polícia britânica anunciou hoje que já identificou 83 pessoas suspeitas de estarem implicadas no escândalo de pedofilia que está a abalar o futebol inglês e acredita existirem 98 clubes profissionais e amadores envolvidos.

O Conselho Nacional de Chefes de Polícia (NPCC, sigla em inglês), órgão que coordena as forças policiais locais, alargou o âmbito da investigação, depois de ter informado inicialmente que estava a investigar 55 clubes.

A polícia britânica disse que está a desenvolver uma investigação muito alargada, tendo deduzido acusações contra dois homens no âmbito daquele processo, ainda que a maioria dos possíveis abusadores não possa responder em tribunal, por já ter morrido.

De acordo com o órgão policial, 98% das vítimas são do sexo masculino e tinham entre sete e 20 anos, tendo alguns construído uma carreira no topo do futebol inglês e chegado, inclusive, a representar a respetiva seleção nacional.

O ex-jogador Davy Russell, do Charlton Athletic, de 50 anos, disse que enviou uma carta à FA, em 1986, a relatar os abusos sexuais de que foi alvo por parte de Eddie Heath, antigo 'olheiro' do Chelsea, e não obteve resposta.

A FA e os clubes ingleses foram acusados de terem abafado durante décadas inúmeros atos de pedofilia envolvendo um número ainda não determinado de vítimas, mas que poderá ser superior a 350 de acordo com um relatório divulgado pela polícia.

Ler mais

Exclusivos