Pelé ou Maradona? Nenhum. Para o Papa o melhor é...

Francisco não é saudosista das velhas glórias e prefere um craque da atualidade

O Papa Francisco não tem rodeios. Quando lhe perguntam qual o melhor jogador, se Pelé ou Maradona, o chefe da Igreja Católica responde que nenhum deles. Para o Papa o melhor do mundo é Lionel Messi.

Foi num encontro com jovens em Cracóvia, na Polónia, ontem à tarde, que o Papa Francisco foi confrontado com a pergunta por parte de um fiel. "Para mim, Messi é melhor que Maradona e Pelé", afirmou.

O jogador do FC Barcelona já ganhou cinco bolas de Ouro.

Nascido na Argentina, o Papa é adepto do San Lorenzo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.