Paolo Maldini vai estrear-se como profissional de ténis no dia em que faz 49 anos

Antigo futebolista do AC Milan e estrela da seleção ganhou um wild card para participar na vertente de pares no Challenger de Milão

Paolo Maldini, considerado um dos melhores defesas centrais de sempre, espalhou a sua classe pelos relvados durante mais de 20 anos ao serviço do AC Milan (o único clube que representou em toda a carreira) e da seleção italiana. Agora, já retirado, e aos 48 anos, vai estrear-se como profissional de ténis no torneio de pares do Challenger de Milão, que tem início a 26 de junho e que vai contar com a presença do português Gastão Elias.
Maldini vai formar dupla com Stefano Landonio, o seu treinador, depois de ter garantido um wild card para participar no torneio após um triunfo numa prova - Aspria Tennis Cup - cujo prémio era precisamente um convite para o Challenger de Milão.
Desde que se retirou dos relvados, em 2009, depois de uma brilhante carreira de 25 anos, mais de mil jogos disputados e vários títulos conquistados, entre os quais cinco Ligas dos Campeões e sete campeonatos italianos, Paolo Maldini dedicou-se ao ténis, mas até aqui o máximo que tinha aspirado tinham sido participações em jogos de solidariedade. "Vai ser a nossa primeira vez num torneio a sério, mas eu e o Paolo já participámos em vários jogos de exibição. Vamos ver como nos vamos sair", disse o treinador Stefano Landonio.
A participação no Challenger de Milão acaba também por ser uma grande prenda de aniversário para Maldini, que por coincidência no dia 26 vai completar 49 anos a jogar pela primeira vez ténis no circuito profissional. "O Paolo tem um bom serviço e é capaz de bons golpes. Não tem especialmente um ponto forte, mas também não apresenta pontos fracos. Talvez tenha de melhorar o seu vólei", descreveu Landonio, lamentando que o antigo internacional italiano tenha começado a praticar demasiado tarde: "Se tivesse começado mais cedo, quem sabe não daria jogador. O facto de ter sido um grande profissional de futebol também o ajuda, pois tem dotes físicos e mentais fora do comum."
A presença de Paolo Maldini será provavelmente uma das maiores atrações do torneio que arranca no dia 26 na cidade italiana. E dada a popularidade de que o ex--jogador goza em Milão, certamente será um dos jogos de pares mais concorridos de sempre.
O antigo jogador esteve recentemente ligado à fundação do Miami FC, clube de futebol norte-americano que atua no segundo escalão daquele país (NASL). E tem sido várias vezes tentado pelo AC Milan, o seu clube de sempre, a desempenhar um cargo diretivo.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular