O bad boy que vai liderar a Inglaterra no Seis Nações

Dylan Hartley soma 54 semanas de suspensão por dentadas, murros e insultos a árbitro, numa lista que inclui lançamento de anões

Após excelentes três anos ao serviço da seleção do Japão - levando-a à glória na última Taça do Mundo, onde o triunfo dos nipónicos sobre a África do Sul constituiu o mais surpreendente resultado em oito edições de Mundiais -, Eddie Jones é, desde novembro, o novo selecionador de Inglaterra. E se há muita coisa a mudar, o treinador australiano deu de imediato um forte sinal do que pretende a poucos dias do arranque do Torneio das Seis Nações, que se inicia no sábado e no qual os ingleses somaram quatro segundos lugares desde 2012, no consulado de Stuart Lancaster.

De forma algo polémica, anunciou como novo capitão inglês o talonador Dylan Hartley, 29 anos, que já envergou a camisola da rosa em 66 ocasiões e é dono de um vasto currículo de castigos e suspensões, que o fizeram aliás perder os Mundiais de 2007 e 2015, e também a digressão dos British and Irish Lions à Austrália, em 2013.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Ler mais

Exclusivos