Nelson Évora conquista medalha de bronze em Londres

Português foi terceiro na final do triplo salto e repetiu resultado de há dois anos

Nelson Évora garantiu a medalha de bronze na final do triplo salto dos mundiais de atletismo em Londres.

O atleta português, campeão mundial em 2007 e campeão olímpico em 2008, conseguiu o terceiro lugar com a marca de 17.19 metros, fixada ao segundo ensaio, e ficou apenas atrás dos norte-americanos Will Claye (2.º) e Christian Taylor (que juntou o título mundial ao olímpico).

Classificação final::

1. Christian Taylor (EUA), 17.68m

2. Will Claye (EUA), 17.63m

3. Nelson Évora (POR), 17.19m

4. Cristian Napoles (CUB), 17.16m

5. Alexis Copello (AZE), 17.16m

6 . Chris Bernard (EUA), 17.16m

7. Andy Diaz (CUB), 17.13m

8. Jean-Marc Pontvianne (FRA), 16.79m

Recorde-se que Nelson Évora repete assim a medalha de bronze conquistada há dois anos, nos mundiais de Pequim, e aumenta para quatro as medalhas conquistadas em mundiais de atletismo ao ar livre: ouro em 2007, prata em 2009 e bronzes em 2015 e 2017.

Além disso foi campeão olímpico em Pequim 2008, campeão europeu em pista coberta em 2015 e 2017 e medalha de bronze nos mundiais de pista coberta de 2008.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.