Nélson Évora fica à frente de Pichardo no meeting de Madrid

No primeiro duelo de rivais, o saltador do Sporting fez a segunda melhor marca mundial do ano. O cubano do Benfica foi terceiro

O sportinguista Nélson Évora levou ontem a melhor sobre o benfiquista Pablo Pichardo no primeiro duelo entre os saltadores enquanto atletas dos rivais de Lisboa. Foi no meeting de pista coberta de Madrid, no qual o internacional português terminou o concurso do triplo salto no segundo lugar com 17,30 metros, atrás do brasileiro Almir dos Santos, que fez a melhor marca do ano (17,35m). O cubano do Benfica ficou no terceiro posto com um salto de 17,01 metros.

O salto de Nélson Évora ficou a apenas dois centímetros do seu recorde nacional em pista coberta, ainda assim o atleta fica desde já com a segunda melhor marca de 2018. Enquanto isso, Pichardo ficou bastante abaixo do seu recorde pessoal, que é de 17,32 metros.

Este foi só o primeiro de muitos duelos entre os dois saltadores, que a nível de clubes terão uma luta mais particular nos campeonatos nacionais de atletismo.

Nélson Évora trocou a Luz por Alvalade de forma surpreendente, após os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. Para trás ficaram doze anos de águia ao peito, durante os quais foi o capitão e símbolo do atletismo do clube e do Projeto Olímpico. Em Alvalade foi apresentado pelo presidente Bruno de Carvalho com pompa e circunstância no intervalo de um jogo da equipa de futebol com o Tondela.

Para tentar colmatar a saída do melhor saltador português do triplo salto, o Benfica contratou Pichardo em abril de 2017, um dos poucos atletas do mundo que conseguiu saltar acima dos 18 metros em pista ao ar livre. Os encarnados aproveitaram o facto de o saltador estar em litígio com a seleção cubana para garantir o seu concurso. Pichardo adquiriu entretanto a nacionalidade portuguesa, tendo ontem competido pela primeira vez nessa qualidade, depois de um período de inatividade devido ao castigo imposto pela federação cubana, mas também devido a lesões.

Está desde já marcado novo duelo entre ambos, para este fim-de-semana, em Pombal, onde se disputam os Campeonatos de Portugal em Pista Coberta. Este será o primeiro confronto entre ambos ao serviço dos respetivos clubes. Nos dias 17 e 18 de fevereiro, prevê-se novo confronto, uma vez que se realiza também em Pombal, a final do Campeonato Nacional de Clubes em pista coberta.

Para já, Nélson Évora ganhou o primeiro round, mas a época ainda está agora a começar e lá mais para o verão inicia-se a temporada de atletismo ao ar livre.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.